segunda-feira, 28 de novembro de 2011

AZO SHOWREEL 2011

Não me canso de assistir os vídeos desse maluco:

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

MEDEIA - ANTICHRISTMAS

Já que hoje é dia 11-11-11, tome aí mais um vídeo do Medeia.

(e antes que você me pergunte: sim, postarei todos os clipes deles que encontrar pela frente)


11-11-11

Apenas um placeholder.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

NOKIA GEM

Vira e mexe a Nokia libera esses videozinhos conceituais. Gostei.

JOHN AUGUST'S WORKSPACES

O roteirista/diretor John August, que tem em seu currículo coisas como Peixe Grande, As Panteras 2, Noiva Cadáver e mais um monte de coisas pelas quais acabou não assinando (Hollywood, Hollywood...), é também o dono de um dos blogs mais legais sobre o assunto.

Há pouco tempo ele estreou uma seção chamada Workspaces, onde "abre o microfone" para que outros roteiristas falem em detalhe sobre seus hábitos profissionais. É uma espécie de The Setup (como ele mesmo afirma) de nicho.

Para quem se interessa sobre o assunto (como eu), recomendo a leitura.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

MEDEIA - ABANDON ALL

Céus! Como pude me esquecer de mencionar ESTE videoclipe em meu último post sobre os Mamonas Assassinas (copyleft: Kim) da Finlândia!

Essa injustiça tem que ser corrigida!

terça-feira, 8 de novembro de 2011

GLOBAL VILLAGE CONSTRUCTION SET

Acabei esbarrando neste projeto, que achei assaz interessante:

The Global Village Construction Set (GVCS) is an open technological platform that allows for the easy fabrication of the 50 different Industrial Machines that it takes to build a small civilization with modern comforts.


Key Features of the GVCS:
Open Source - Low-Cost - Modular - User-Serviceable - DIY - Closed-Loop Manufacturing - High Performance - Heirloom Design - Flexible Fabrication


A modern, comfortable lifestyle relies on a variety of efficient Industrial Machines. If you eat bread, you rely on an Agricultural Combine. If you live in a wood house, you rely on a Sawmill. Each of these machines relies on other machines in order for it to exist. If you distill this complex web of interdependent machines into a reproduceable, simple, closed-loop system, you get these:


E há uma lista de máquinas, entre elas veículos, máquinas CNC, impressoras 3D e até mesmo um robô industrial.


O vídeo abaixo dá uma idéia do que eles querem fazer. Até agora, dos 50 equipamentos propostos, existem 8 protótipos.



O projeto é mantido através de doações.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

ESCAPING THE ORDINARY

Tomei conhecimento destas coletâneas através do Facebook do dredg. Coletâneas musicias de bandas indies americanas distribuídas gratuítamente através da Rede Mundial de Computadores.

Costumo preferir um roquenrrou com mais sustância do que o que se costuma associar ao rótulo indie. Além disso, coletâneas, independente da organização ("curadoria" é frescura demais para o meu gosto), costumam ser heterogêneas demais para decepcionar mais do que agradar (evidentemente, isso vai depender do seu gosto por aventura).

Entretanto, apesar de conhecer apenas duas entre todas as bandas - o dredg e o Fair do Midland, tenho grande consideração por ambas, então isso já foi estímulo suficiente.

VOLUME 1

Além do Fair do Midland (que eu já conhecia e curtia), a banda que me chamou atenção logo de cara foi a The House Harkonnen, com sua canção A Blade to the World. Os mais atentos vão perceber que o nome da banda é uma referência direta a uma das grandes sagas de ficção científica do século XX. E mais não digo.

Também gostei do som do Exeter.

VOLUME 2

O Fair to Midland aparece novamente. E o dredg também dá as caras. Assim, de cabeça, das bandas desconhecidas, gostei bastante do som do Arctic Sleep e do Dead Letter Circus.

EM TEMPO: The Spectacle também é foda.

De qualquer maneira, preciso ouvir esses discos com mais atenção, então vá ao site dos caras, baixe as coletâneas, ouça e tire suas próprias conclusões.

Embora a idéia de coletâneas como repositório de coisa nova não faça muito sentido em tempos de internet, acho um conceito legal, romântico até.

Aguardarei pacientemente pelo volume 3.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

MEDEIA = DEATH METAL FINLANDÊS + HERMES & RENATO

Embora Death Metal bem-humorado seja um contra-senso, de vez em quando é bom encontrar bandas nesse filão que não se levam nem um pouco a sério.

Dia desses esbarrei no Medeia.

Se liga nisso:



E nisso:



E agora, a cereja do bolo: